Libertar-se é Estar Conectado à Vida com Prazer!

 em Amor, Orgasmo, Prazer Feminino, Saúde Sexual, Sexo

Vamos pensar junto comigo: uma pessoa quando está doente, com um problema de estômago, com uma hipertensão, com problemas cardíacos, entre outros, procura um médico para se tratar e curar o mal que a aflige. Quando não está bem com o seu corpo, a pessoa vai a uma academia para ganhar massa, perder gordura. Por que quando se está com dificuldades na área da sexualidade, existe tanta vergonha e resistência em procurar um tratamento? Por que não cuidar da sexualidade como saúde e qualidade de vida?

Hoje, está comprovado cientificamente, que a grande maioria das doenças são psicossomáticas, ou seja, desencadeadas por problemas psíquicos que atingem o corpo. Sabe-se, também, que um dos grandes males que leva às doenças é a repressão dos prazeres sexuais. Isso foi descoberto, desde o começo do  século XX, quando a psicanálise identificou que os sintomas da histeria estavam relacionados à repressão da energia sexual feminina.

Nossa vida está ligada à libido, energia que trazemos conosco desde o nascimento, Pulsão condutora da sexualidade,  nossa maior fonte de saúde e juventude.

Porém, repressões e/ou traumas vão evnfraquecendo a força dessa energia levando a pessoa a diminuir ou até adormecer o Prazer Sexual, deslocando-o, muitas vezes, para outras atividades.

Percebi, com o trabalho que realizo, a importância da sexualidade para a saúde feminina, o quanto o sexo quando praticado sem repressões e preconceitos leva a mulher a se expandir em várias outras áreas da sua vida.

Na experiência de consultório pude ter a resposta de como a liberdade de viver de forma plena os prazeres nos relacionamentos entre os casais, leva a uma melhor convivência e harmonia no seu dia a dia. Essas percepções foram motivadoras para eu me tornar especialista na área da Sexualidade Humana direcionando o meu foco ao atendimento de casais e às mulheres que buscam o autoconhecimento, que desejam e querem descobrir os prazeres orgásticos.

Como sexóloga, iniciei atendendo pessoas com disfunções sexuais, casos como vaginismoanorgasmiadisfunção erétil, entre outras.  Atualmente chegam ao consultório, pessoas que me procuram porque querem melhorar o seu desempenho sexual, querem descobrir as várias possibilidades e potencialidade para se viver o prazer. Casais, mulheres e homens que sentem que precisam conhecer as possibilidades e descobertas dos seus corpos, que desejam se soltar das amarras para experimentar viver com liberdade as suas fantasias da forma que desejam.

Espejos y Huellas – Liliana Esperanza, 2010

Espejos y Huellas – Liliana Esperanza, 2010

Se não fossem construídos, durante milênios tantos tabus, em torno dos prazeres que a vida promove, entre eles o sexual, teríamos um mundo mais livre para se viver os momentos de alegria e prazer de forma mais intensa.

Infelizmente os preconceitos são muito fortes e repressores. Repressão é aquilo que foi retirado da espontaneidade do sujeito, é o medo dos seus próprios desejos.

No processo psicoterápico, quando uma pessoa se solta das amarras introjetadas pela criação rígida e pelos tabus impostos, a vida ganha um novo olhar.

Libertar-se é estar conectado à vida com prazer!17

Postagens Recomendadas